Agência de Valério era tocada 'a três mãos', diz relator

Joaquim Barbosa indica que votará pela condenação de dois ex-sócios do publicitário

Ricardo Brito, da Agência Estado

10 de setembro de 2012 | 17h02

O ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão, afirmou nesta segunda-feira, 10, que a SMP&B Comunicação era uma empresa tocada "a três mãos". A manifestação indica que Barbosa votará pela condenação de Marcos Valério e dos dois antigos sócios Cristiano Paz e Ramon Hollerbach pelo crime de lavagem de dinheiro. A defesa dos dois ex-sócios de Valério pediu a absolvição deles com o argumento de que ambos não tiveram participação no esquema criminoso.

Segundo o relator, o argumento deles "não tem como prosperar". Barbosa disse que eles chancelaram os empréstimos simulados tomados pela SMP&B e pela Graffiti Participações, outra empresa do grupo. O ministro destacou que eles também atuaram na fraude da contabilidade da SMP&B. "Em tal esquema havia uma divisão de tarefas, comum em grupos criminosos", observou.

Barbosa destacou que Valério atuou "intensamente" em todas as principais ações. Citou como exemplos o fato de ser fiador dos empréstimos e de ter confessado, em um dos depoimentos espontâneos que prestou à Procuradoria-Geral da República, o esquema de lavagem de dinheiro operado com o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. Segundo Valério, o petista disse que os recursos eram para pagar fornecedores de campanha do PT e de partidos aliados. "As informações que lhe foram passadas detalhadamente eram no sentido de que esse dinheiro não entraria na contabilidade oficial do partido", afirmou Valério, segundo mencionou o relator.

O ministro observou que Valério mudou de versão várias vezes ao longo da instrução do processo. A pedido de Barbosa, a sessão desta segunda foi suspensa para que fosse realizado um intervalo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.