Aeroportos terão prevenção contra aftosa

Começou a funcionar hoje no Aeroporto Salgado Filho, na capital gaúcha, um equipamento para desinfetar os calçados dos passageiros que chegam do exterior do vírus da febre aftosa. A medida integra as ações de prevenção contra a doença, já que o vírus que causa a enfermidade pode ser transportado em roupas ou sapatos. Todos os passageiros que desembarcarem na ala internacional do aeroporto terão de passar pelo chamado "pedilúvio", um tapete de esponja embebida em solução de iodo. A determinação de instalar o aparato partiu do Ministério da Agricultura, informou o delegado regional do órgão, Odalniro Dutra, e deverá ser aplicada nos aeroportos brasileiros que recebem vôos de países do Mercosul e Europa. Junto a esta ação, a proteção da fronteira está sendo feita com barreiras sanitárias. A maior preocupação é a Argentina, onde foram confirmados focos de aftosa. O governo gaúcho reivindica a presença das Forças Armadas na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.