Aeroportos preparados para apagões

Os aeroportos deCumbica, Congonhas e Campo de Marte, administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), em SãoPaulo, estão equipados com geradores de eletricidade programados para entrar em funcionamento 12 segundos após um cortede energia.Os equipamentos de apoio à navegação nas torres, computadores e equipamentos das pistas são dotados de no-breaks quegarantem o fornecimento imediato de energia.Nos grandes aeroportos, como Cumbica e Congonhas, os grupos de geradores estão abastecidos com óleo diesel suficientepara funcionarem por até cinco dias ininterruptamente."Os geradores estão programado para abastecer tudo que utilizaeletricidade dentro do aeroporto, dos computadores às escadas rolantes", informou a assessoria de imprensa da Infraero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.