Aeronáutica investiga queda de Mirage em Anápolis

O Comando da Aeronáutica informou nesta sexta-feira, por meio de nota oficial, que já iniciou as investigações para apurar as causas do acidente ocorrido na manhã desta sexta, em Anápolis (GO), com um Mirage F-103 da Força Aérea Brasileira, pertencente ao Primeiro Grupo de Defesa Aérea, sediado na Base Aérea daquelacidade.De acordo com a nota, por volta das 11h20, o piloto, tenente-aviador Ricardo Cabral da Silva, realizava vôo de instrução de combate, quando uma falha mecânica provocou a perda de altitude da aeronave logo após a decolagem. O piloto, aindasegundo a nota oficial, "ejetou-se com sucesso, nada sofrendo, e foi resgatado pelaequipe de Serviço de Busca e Salvamento da Aeronáutica".A aeronave, segundo o Comando da Aeronáutica, colidiu com o solo, próximo à cabeceira da pista, em área desabitada, "não ocasionando lesões corporais a terceiros".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.