Aécio sugere campanha com Serra para mostrar união

União mostraria, segundo governador de Minas, que projeto do PSDB prevalece sobre projetos individuais

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2009 | 15h28

Após o governador de São Paulo, José Serra, dar aval para a realização de prévias para a escolha do candidato do PSDB à Presidência, o governador mineiro Aécio Neves defendeu nesta quarta-feira, 18, a unidade da legenda e sugeriu que ele e o colega paulista caminhem juntos pelo Brasil. "Algo coordenado pela direção nacional do partido, mostrando que mais do que qualquer projeto individual, prevalece o projeto de País que o PSDB tem", disse Aécio, durante solenidade no Palácio da Liberdade.       Veja também:  Serra: governo Lula faz menos do que mostra propagandaO governador de Minas, que havia cobrado a definição sobre as primárias até o final de março, evitou um tom triunfalista, afirmando que no processo "não há vitorioso". "Porque havendo vitorioso tem que haver derrotado. Não há vitorioso nem derrotado. O que existe, na verdade, é um amadurecimento do PSDB", destacou. "Aqueles que apostam nas prévias como um instrumento de divisão do partido e de acirramento de ânimos - alguns, talvez, até torçam por isso - se decepcionarão." Segundo Aécio, o instrumento poderá "cimentar, amalgamar de forma definitiva o PSDB, que, unido, certamente, é um fortíssimo candidato à sucessão do presidente Lula".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.