Aécio quer votar MPs até semana que vem

O presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), disse nesta tarde de quinta-feira, ao chegar ao Congresso, que tentará concluir na semana que vem a votação das medidas provisórias, que estão trancando a pauta. Logo após a Semana Santa, Aécio quer colocar em votação os estaques à proposta de prorrogação da CPMF, cujo texto básico já foi aprovado nesta terça-feira em segundo turno pela Câmara. Para o líder do PSDB na Câmara, Jutahy Júnior (BA), apesar do grande número de MPs, Jutahy ? 17 segundo ele ? sustenta que é possível aprová-las, mesmo numa semana atípica em função do feriado da Sexta-Feira da Paixão. Na opinião dele, a única MP que exigirá negociação em separado é a que trata das formas de desenvolvimento de energia alternativa, que está sendo relatada pelo deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA).AusênciaA sessão desta quarta-feira, destinada a votar os destaques no texto da CPMF, foi suspensa por falta de quórum. Para Aécio, a ausência de parlamentares, motivada por viagens ao exterior, não é da responsabilidade da presidência da Casa, uma vez que se trata de um evento da União Interparlamentar. "Não questiono a viagem; questiono o momento", disse. "O que aconteceu ontem foi a ausência injustificada de parlamentares." Ele informou também que, na próxima quarta-feira, vai se reunir com líderes e integrantes da Mesa da Câmara para adotar medidas administrativas a fim de evitar faltas injustificáveis, que prejudiquem a votação de matérias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.