Aécio quer vender apartamentos

O novo presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-SP), deverá pôr à venda, daqui a um mês, os 432 apartamentos funcionais pertencentes à Câmara e ocupados pelos deputados, em Brasília. A venda dos apartamentos é uma das promessas de campanha de eleição do tucano. Com os recursos arrecadados, Aécio Neves pretende construir um novo prédio com gabinetes para os deputados. Em seu primeiro dia como presidente, o tucano procurou manter o discurso de independência do Palácio do Planalto. E garantiu que pretende pôr em votação no plenário da Câmara projetos de lei que não são consensuais, além da emenda constitucional que limita o uso de medidas provisórias pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. A pauta de votações da Câmara e a venda dos apartamentos funcionais serão discutidas, na próxima terça-feira, por Aécio Neves com os líderes partidários na Câmara. Um levantamento feito pela assessoria da Câmara apontou que, mensalmente, são gastos R$ 6 mil com a manutenção de cada um dos 432 apartamentos de propriedade da Casa. Cerca de 180 apartamentos estariam em condições precárias e, portanto, desocupados. Além disso, cresce cada vez mais o número de deputados que prefere receber R$ 3 mil mensais de auxílio moradia para pagar um hotel em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.