Aécio quer prévias tucanas e filiação de Malan

O presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), disse que o PSDB não deve entrar 2002 sem definir o nome de seu candidato à presidência da República. "Dezembro é o momento de afunilar a escolha dentro do partido ou definir a data da realização de prévias. Não podemos virar o ano com um número grande de candidatos no PSDB", afirmou o deputado, deixando clara sua posição favorável à realização de prévias. Na avaliação de Aécio Neves, a prévia seria importante para mobilizar o partido e para comprometer o apoio de todos os pré-candidatos com o nome a ser definido. Segundo o presidente da Câmara, a partir de outubro, quando expira o prazo de filiação partidária dos candidatos, o PSDB já deve definir um cronograma para a sucessão presidencial. Aécio defendeu a filiação do ministro da Fazenda, Pedro Malan, ao PSDB. "Ele está com pinta de candidato e acho possível que ele se filie ao partido. Tem gente dizendo que ele até já se filiou", brincou o deputado, para ressaltar que o quadro eleitoral ainda está muito indefinido apesar dos resultados das últimas pesquisas eleitorais, que mantêm a vantagem do candidato do PT, Luís Inácio Lula da Silva. O deputado comentou, com ironia, que o petista tem assumido um discurso identificado com pontos do programa do PSDB. " Se a cada viagem ele for aprimorando o discurso vai acabar como candidato do PSDB", observou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.