Aécio propõe repasse de 20% da CPMF para Estados

Uma semana depois do anúncio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), doze governadores de diversas regiões do País reúnem-se nesta segunda-feira, em Brasília, tendo o governador José Roberto Arruda (PFL) como anfitrião, na tentativa de definir uma agenda federativa que unifique as reivindicações dos Estados para apresentá-las ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 6 de março.O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), o segundo a falar no encontro, propôs que 20% da CPMF sejam repassados aos Estados e 10% aos municípios. "Temos que ter a preocupação de trazer os municípios para o nosso lado", afirmou o tucano, justificando a necessidade de as cidades receberem parte da fatia do tributo. Além de Arruda e Aécio participam da reunião os governadores de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira (PMDB); da Paraíba, Cassio Cunha Lina (PSDB); de Sergipe, Marcelo Déda (PT), de Goiás, Alcides Rodrigues (PP); de Mato Grosso, Blairo Maggi, (sem partido); de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB); do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB);do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB); do Piauí, Wellington Dias (PT) e do Amazonas,Eduardo Braga, (PMDB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.