Aécio: propaganda do PAC não condiz com ação tomada

Após uma reunião com a cúpula do DEM, o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), subiu o tom das críticas ao governo federal e chamou hoje de populista o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), principal vitrine da virtual pré-candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. "Esse viés está aí muito claro", afirmou. "Há muita propaganda, que não correspondem às ações concretas que são tomadas".

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

09 de julho de 2009 | 16h43

Aécio também reclamou da propaganda federal do programa Luz Para Todos. "Esse programa Luz Para Todos em Minas Gerais tem 70% dos recursos bancados pelo Estado", afirmou. "O governo entra com cerca de 30% e se apropria, como se fosse ele, solitariamente, o responsável pelo programa".

O governador ofereceu um almoço para o presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia, o líder no Senado, José Agripino, os deputados Ronaldo caiado e ACM Neto e o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, além de lideranças mineiras do partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.