Aécio promete buscar reconciliação com PFL

O deputado federal Aécio neves (PSDB-MG), que considera como certa sua eleição à presidência da Câmara, no dia 14, disse hoje, em Belo Horizonte, que sua primeira tarefa após a eventual vitória será buscar "uma grande reconciliação" com o PFL, partido de seu adversário, Inocêncio Oliveira (PE). Para Neves, que à noite será homenageado por parlamentares mineiros com um jantar na casa da deputada federal Maria Elvira (PMDB-MG), os pefelistas, mesmo derrotados, deverão continuar na base de sustentação do governo federal, unidos ao PSDB e ao PMDB no "grande esforço de consolidação dos avanços macroeconômicos"."No dia 15, um dia depois da eleição, todos já amanheceremos juntando os cacos e espero que, na presidência da Câmara, eu faça uma grande reconciliação daquela casa para avançarmos de forma firme dentro dos processos que estabelecemos", afirmou o parlamentar mineiro, que conta com o apoio até mesmo do governador de Minas, Itamar Franco (sem partido), inimigo dos tucanos."Passado esse episódio (a eleição), a tendência é que as coisas adquiram certa naturalidade, porque o PFL é um partido que defendeu por convicção o governo, que está no governo não em função deste ou daquele cargo", ressaltou Neves. "O PFL participa de um esforço de mudança, de transformação que está ocorrendo no Brasil e não haverá de abdicar da participação desse processo, nos últimos dois anos de governo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.