Aécio: Planalto deve propor mais para aprovar CPMF

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, afirmou que se o governo quer aprovar a prorrogação da CPMF "tem de meter a mão no bolso"."Se o governo quer aprovar um imposto de R$ 40 bilhões, não pode propor uma desoneração de fachada", afirmou Aécio. Para ele, o Planalto deve apresentar uma proposta que preveja, por exemplo, desoneração maior da CIDE e do PIS-Cofins.O governador disse que acha difícil, no entanto, o Planalto apresentar tal plano tendo em vista que o tempo está se esgotando. Sobre a posição do PSDB que é contrário à aprovação da prorrogação do tributo, Aécio afirmou: "Acho importante o PSDB ter pessoas que divirjam. Não vamos ser como o PT, que tinha vício de origem quando o PSDB era governo. Não vamos fazer oposição como o PT fazia, mas só vamos defender o que realmente achamos que é bom para o País".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.