Aécio passa o dia em campanha

Faltando menos de 48 horas para a eleição que vai definir o futuro presidente da Câmara, o líder e candidato do PSDB, deputado Aécio Neves (MG), passou a tarde de hoje visitando gabinetes e pedindo votos para os deputados. O tucano está confiante na sua eleição e, pelas contas do comando de sua campanha, deverá chegar a presidência da Câmara com cerca de 280 votos. Entre amanhã e quarta-feira, dia da eleição, Aécio Neves vai tentar buscar apoios em todos os partidos. O comando da campanha do tucano está contabilizando votos em todas as legendas, inclusive no PFL, que tem como candidato o líder Inocêncio Oliveira (PE). O tucano é o candidato oficial à presidência da Câmara e o PFL, como segundo maior partido da Casa, tem direito à primeira vice-presidência e à quarta secretaria. Os deputados pefelistas Ney Lopes (RN), Efraim Morais (PB), Jaime Martins (MG) e Robson Tuma (SP) estariam dispostos a integrar a chapa do tucano. Os tucanos estão convictos ainda de que não haverá segundo turno de eleição. A previsão mais otimista é de que Aécio conquiste 326 votos se, entre hoje e amanhã, os candidatos Valdemar Costa Neto (PL-SP) e Nelson Marquezelli (PTB-SP) desistirem da disputa. Os tucanos também acreditam que, caso não ocorra o segundo turno, a imagem do PT acabará ficando maculada. Os petistas não apoiaram Aécio Neves, apesar de ele ser o candidato oficial. Na semana passada, o PT resolveu lançar o deputado Aloizio Mercadante (PT-SP) na disputa pela presidência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.