Aécio: oposição estará atenta contra modificações na LDO

Aécio: oposição estará atenta contra modificações na LDO

"Esta é a chantagem mais explícita que já se viu no País", disse o candidato derrotado à Presidência em vídeo divulgado na sua página oficial do Facebook

ELIZABETH LOPES, O Estado de S. Paulo

02 de dezembro de 2014 | 18h45

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), candidato derrotado nas eleições presidenciais de outubro, divulgou na tarde desta terça-feira, 2 um vídeo em sua página oficial do Facebook para falar sobre a tentativa do governo Dilma Rousseff em aprovar as modificações na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) - o que na prática flexibiliza a meta de superávit primário.

"Estou chegando ao Congresso Nacional, com muita chuva hoje na capital, mas as trovoadas vamos ouvir no plenário do Congresso, a partir das 6 da tarde, quando o governo vai tentar votar as modificações na Lei de Diretrizes Orçamentárias, o que na prática pretende anistiar a presidente da República dos crimes de responsabilidade cometidos", diz o tucano no vídeo.

Aécio diz também aos internautas que "o mais grave, o inaceitável" é a publicação de um decreto do governo federal que vincula a liberação das emendas parlamentares à aprovação das modificações na LDO. "Esta é a chantagem mais explícita que já se viu no País e eu tenho a convicção de que podemos com argumentos, com firmeza, com clareza, mostrar que o Congresso Nacional não pode se subordinar aos interesses do governo federal como vem fazendo", destacou o senador tucano.

No vídeo, Aécio garante que "a oposição, portanto, vai estar atenta, vigilante para impedir essa violência contra a própria democracia brasileira e que, em última instância pode significar menos investimentos e menos empregos para os brasileiros."

Tudo o que sabemos sobre:
LDOvotaçãoaécio neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.