Aécio Neves diz que PT 'precisa de férias'

O ex-governador de Minas Gerais e senador Aécio Neves, provável candidato do PSDB à Presidência da República, disse, na manhã deste domingo, que a oposição vai "dar férias" ao PT, há dez anos no poder. Apesar dos desencontros entre Aécio e o tucano paulista José Serra, o senador mineiro disse que os dois estão juntos no projeto de evitar a continuação do PT no poder. "Temos objetivos comuns e vamos dar umas férias ao PT. O PT precisa de férias para se reorganizar e voltar às suas origens", disse Aécio.

SILVIO BARSETTI, Agência Estado

14 Abril 2013 | 11h44

Aécio assistiu da tribuna de honra do Maracanãzinho à final da Superliga masculina de vôlei, entre o time mineiro Sada Cruzeiro e o carioca RJX, do empresário Eike Batista. O ex-governador minimizou o desencontro da semana passada, quando Serra atribuiu a uma crise de coluna a ausência no congresso do PPS, que teve a presença de Aécio Neves, na quinta-feira (11). O ex-governador de São Paulo foi ao encontro do PPS no dia seguinte.

Aécio disse que, de fato, Serra teve um problema de saúde e por isso os dois não estiveram juntos em Brasília. Ao lado do presidente da Federação Internacional de Vôlei, Ary Graça, e vigiado por seguranças, Aécio torceu para a equipe mineira. O senador disse que a oposição tem de "conversar com o Brasil'' e "construir o projeto mais ético, mais eficiente e mais moderno para o País".

Mais conteúdo sobre:
eleições 2014 Aécio PT

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.