Aécio: ''Me sinto homenageado''

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), tentou minimizar ontem o impacto político da nomeação do tucano Geraldo Alckmin como secretário de Desenvolvimento do governo de José Serra. Segundo ele, a escolha não deixa também de lhe ser uma homenagem, já que o ex-governador é seu amigo. "Me sinto também homenageado."Aécio disse que Alckmin lhe telefonou pela manhã para explicar as "circunstâncias" em que ocorreu o convite de Serra e a importância da união do partido. Questionado sobre o fortalecimento de Serra como possível candidato do PSDB à sucessão presidencial, tentou demonstrar despreocupação. "Se o Serra ganha, ganham todos." E voltou a defender prévias no partido.Aécio recebeu ontem o deputado ACM Neto (DEM-BA) no Palácio da Liberdade. O baiano negou que a visita tenha sido uma espécie de desagravo a Aécio, após declarações feitas pelo presidente do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ), sobre a união do DEM com Serra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.