Aécio manifesta apoio a Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu hoje o apoio do governador de Minas Gerais, Aécio Neves, no momento de crise que seu governo atravessa após a denúncia de envolvimento de um alto ex-funcionário do Palácio do Planalto na cobrança de propinas. A manifestação de Aécio ocorreu na solenidade de inauguração da pavimentação de 31 quilômetros da rodovia Br-262, que liga o Triângulo Mineiro a Vitória (ES). "A voz alta e grave dos mineiros sempre surgiu nos momentos em que dela o País precisava, e agora, mais do que nunca, ela surge no reconhecimento e na recomendação à prudência, à serenidade e ao rumo que foi traçado por Vossa Excelência na construção de um País mais justo", afirmou Aécio.O governador disse que não abdica de integrar um partido de oposição, mas ressaltou que não sempre apoiará as medidas que possibilitarão ao País recuperar a credibilidade externa e as condições para construir o desenvolvimento. "Se aqui estamos, é que damos uma demonstração clara de que, independentemente de partidos e questões eleitorais, é possível construir parcerias necessárias aos investimentos, e devemos reconhecer que o Brasil vive um tempo diferente", afirmou. Ele disse que o evento permitiu demonstrar o amadurecimento da classe política, "tão criticada e muitas vezes injustamente atacada". Em discurso após o do governador, Lula agradeceu e disse que ele e Aécio fazem parte de uma nova geração de governantes. "No Brasil, cada governo define a sua prioridade, cada um quer deixar a sua placa e a sua marca; mas a única placa que queremos deixar é a de que o Brasil ganhou com a nossa passagem pelo governo", afirmou. "Nós não temos o direito de olhar as cores das bandeiras dos partidos políticos a que pertencemos, nem tampouco temos o direito de tratar umas pessoas melhor do que as outras".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.