André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Aécio ficou de decidir sobre presidência do PSDB nesta semana, diz Tasso

Presidente interino afirmou que não deu prazo para o senador definir se reassume comando do partido

Julia Lindner e Renan Truffi, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2017 | 16h29

BRASÍLIA - O presidente nacional interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), contrariou o líder do partido no Senado, Paulo Bauer (SC), e disse que ainda não há definição sobre a presidência da legenda. Segundo Jereissati, o assunto sequer foi tratado na reunião da bancada, na tarde desta terça-feira. Ele sinalizou, contudo, que a situação pode ser decidida até o final da semana.

Paulo Bauer: Aécio permanece como presidente licenciado até nova eleição

"Alguma coisa tem que ser definida. Tem várias opções, mas alguma coisa tem que ser definida", defendeu. Alguns minutos antes, Bauer afirmou à imprensa que Aécio Neves (MG) permaneceria licenciado do comando da sigla até a Convenção Nacional do PSDB, em dezembro, com apoio das bancadas da Câmara e do Senado.

+++ Aliados dizem que quem votar contra Temer amanhã será tratado como oposição

Jereissati, neste caso, continuaria na interinidade. "Isso é uma posição dele (Bauer). Eu preciso avaliar, ouvir meus pares, não sou eu que tomo a decisão sozinho, preciso ouvir meus pares também", rebateu Jereissati. Ele declarou que Aécio deve procurá-lo até esta quarta para conversar.

+++ Com base de apoio menor, Temer libera R$ 829 mi

"Dentro do seu livre arbítrio, o senador Aécio Neves está fazendo uma avaliação e devo ter uma conversa com ele esta semana. Depende dele", afirmou Jereissati. O tucano negou que tenha dado um prazo para Aécio se posicionar sobre o assunto. "Ele ficou de tomar uma decisão nesta semana, e essa semana ainda não terminou", reforçou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.