Aécio elogia Dilma e critica ?unidade forjada? no PSDB{HEADLINE}

Governador de Minas insiste em prévias para definir candidato dos tucanos à sucessão de Lula em 2010

, O Estadao de S.Paulo

07 de fevereiro de 2009 | 00h00

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves - um dos pré-candidatos tucanos à Presidência, em 2010 -, disse ontem não temer a candidatura da atual ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Ao sair de uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Aécio elogiou a ministra e disse que "políticos experimentados" não podem ter medo de disputas. O governador também insistiu na realização de prévias para definir o candidato de seu partido em 2010."Não tenho dúvidas em afirmar que, se for candidata, a ministra é garantia de uma campanha de altíssimo nível", disse o tucano. "É um privilégio para o Brasil ter alguém de sua qualidade disputando eleições, independentemente das nossas diferenças. Ninguém pode ter medo de uma disputa eleitoral, sobretudo nós, que já estamos experimentados. Tenho o maior respeito pela ministra, assim como pelo presidente. Mas, obviamente, no momento da disputa, o que teremos de apresentar são propostas."Aécio lembrou que, pela primeira vez desde a redemocratização do País, Lula não será candidato, e considerou que esse fato terá um peso, até mesmo psicológico, bastante importante. "O presidente terminará seu governo bem avaliado pela população, fez por onde, tem seus méritos, teve a fortuna de administrar grande parte do seu governo no ambiente extremamente favorável da economia internacional. Tudo isso se compõe em ativo do presidente. Mas a disputa se dará em torno de proposta", disse, acrescentando que seu partido terá de decidir que idéias apresentar para o "pós-lulismo".Ao defender as prévias no PSDB, Aécio criticou a "unidade forjada por meia dúzia de lideranças". Parte do partido, especialmente os tucanos ligados ao governador de São Paulo, José Serra, é contrária à consulta."Não podemos deitar em berço esplêndido e achar que, porque os nossos candidatos aparecem na frente nas pesquisas eleitorais, nós venceremos as eleições. As prévias podem permitir ao PSDB se apresentar renovado, independentemente de qual seja o candidato", afirmou ele ontem, após participar de solenidade na embaixada dos Estados Unidos em Brasília.Aécio quer que as regras das prévias sejam definidas até o fim de março. "A grande força do PSDB está na nossa unidade. Essa unidade vem das bases, da força das bases, da manifestação das bases. Ela é muito mais sólida do que uma unidade eventualmente forjada por meia dúzia de lideranças, ou construída por meia dúzia de lideranças."Aécio considerou "legítimo" o movimento dos deputados que contestam a reeleição de José Aníbal para a liderança do PSDB na Câmara. "São homens de bem de ambos os lados", afirmou o governador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.