Aécio e Serra trocam afagos

Tucanos mostram união em congresso do PPS, no Rio

Luciana Nunes Leal, O Estadao de S.Paulo

08 de agosto de 2009 | 00h00

Uma troca de amabilidades marcou ontem o encontro dos governadores tucanos de Minas, Aécio Neves, e de São Paulo, José Serra, no Rio. Os dois compareceram à abertura do 16° Congresso Nacional do PPS, aliado dos tucanos. Serra, o primeiro a chegar, referiu-se a Aécio em tom amistoso. Disse que o governador mineiro, com quem disputa a candidatura do PSDB à Presidência "é um nome forte e tem todas as credenciais para se candidatar e ser presidente da República". Sorridente, Serra afirmou que entre ele e Aécio "não tem essa disputa que se imagina". O governador de São Paulo evitou falar em uma candidatura exclusiva do PSDB, com Aécio candidato a vice na sua chapa. "Não faz sentido, neste momento, falar em candidatura única, em uma dobrada (do PSDB)", afirmou. RETRIBUIÇÃOO governador mineiro também fez elogios a Serra. "Agradeço e retribuo. O governador José Serra é um dos mais preparados homens públicos do País. Feliz do partido que tem opções. Não duvidem de que estaremos juntos num projeto nacional. Mais importante do que projeto pessoal é dizer por que a população deve deixar de votar no atual governo e escolher uma outra proposta", afirmou.Sobre a possibilidade de uma candidatura da senadora Marina Silva (PT-AC) pelo PV, Aécio disse que é saudável e avaliou que ela poderá ser uma futura aliada no caso de segundo turno. O tucano mineiro disse que a escolha do candidato do PSDB deve ser feita em dezembro, "através de prévias ou de uma consulta informal" no partido. Aécio disse entender os que temem divisões com a consulta interna, mas afirmou integrar o grupo que vê nas prévias "uma oportunidade de enraizar e aprofundar propostas".O governador de Minas chegou ao hotel onde ocorria o congresso do PPS acompanhado do ex-presidente Itamar Franco, que deu um abraço afetuoso em Serra. Eles foram recebidos pelo presidente da legenda, o ex-deputado Roberto Freire.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.