Aécio e Lobão discutirão presidência do Congresso

A reunião entre os presidentes da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), e interino do Senado, Edison Lobão (PFL-MA), para resolver o impasse em torno da presidência do Congresso, deverá ocorrer apenas na próxima terça-feira. A informação foi dada por Lobão. A sessão do Congresso de hoje foi obstruída pelos deputados, sob argumento de que quem deveria presidir a sessão seria o vice-presidente da Câmara, Efraim Morais (PFL-PB), na condição de vice-presidente do Congresso. Caso não consigam um acordo, os parlamentares deverão recorrer ao Supremo Tribunal Federal para resolver o impasse.Edison Lobão, no entanto, ainda não sabe como o STF poderá dar seu parecer sobre quem, afinal, deve presidir as sessões do Congresso Nacional, já que o seu presidente efetivo, senador Jader Barbalho (PMDB-PA), está licenciado, e não afastado do cargo ou do mandato. As assessorias das Mesas do Senado e da Câmara estão buscando a solução para ser discutida entre Aécio e Lobão. O senador afirmou que o que está havendo até o momento é uma discussão de caráter corporativo entre deputados e senadores, e que é preciso encontrar uma solução jurídica, pois as decisões tomadas numa sessão do Congresso sob uma presidência que pudesse ser questionada legalmente poderiam ser invalidadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.