Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Aécio diz que nomeação de Lula é absolutamente condenável

Presidente do PSDB ainda disse, em nota, que o episódio é a 'abdicação definitiva do mandato por Dilma'; tucano reiterou que, enquanto a presidente estiver no cargo, 'não há possibilidade de novo recomeço'

Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2016 | 16h43

Brasília – O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou na tarde desta quarta-feira, 16, que a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é absolutamente condenável sob todos os aspectos. Em nota, ele disse que, do ponto de vista da presidente, é a “abdicação definitiva do mandato por Dilma. No caso do prisma da economia, pode representar uma “tentação irresistível” ao populismo e a irresponsabilidade fiscal que trouxeram ao calvário de hoje.

O tucano disse ainda que, sob o aspecto político, a ida de Lula para o governo passará sempre a certeza de ser uma tentativa de interferir de forma direta na Operação Lava Jato e nas investigações do Ministério Público de São Paulo.

“De tudo isso resta uma constatação: no Brasil não há mais governo. E por maiores que sejam os malabarismos que se façam, enquanto a presidente da República estiver no cargo, não há possibilidade de um novo recomeço para o País”, afirmou Aécio.

O presidente do PSDB disse que vai continuar firme no apoio ao impeachment da presidente e também na expectativa de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “cumpra seu papel”. Os tucanos movem uma série de ações na Corte para cassar a chapa Dilma e o vice-presidente Michel Temer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.