Aécio diz que negociação com governo pode ser prorrogada

O grupo de cinco governadores que negociam as reformas com o governo federal retornaram ao Palácio do Planalto para reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de quem esperam ter uma decisão política para as reivindicações apresentadas. Ao deixar o Hotel Blue Tree Park, onde o grupo esteve reunido, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), admitiu a possibilidade de as negociações não terem uma conclusão ainda hoje, podendo ser prorrogadas. O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), disse, após a reunião com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, que os governadores estão apreensivos e preocupados, mas acrescentou que confiam na sensibilidade do presidente Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.