Aécio diz que Lula assume posição de construir novo tempo

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), elogiou hoje a postura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na condução da política internacional, principalmente em relação às parcerias com os vizinhos da América do Sul. Segundo Aécio, a partir da ação coordenada do governo federal, o Brasil terá instrumentos mais efetivos do que no passado para romper com barreiras protecionistas. ?O presidente Lula vem assumindo uma posição de construção de um novo tempo no Brasil com a compreensão de que o setor privado vai ter um papel relevante nesse processo?, avaliou. O governador mineiro participou hoje da abertura do seminário "Encontro Internacional sobre Ética e Desenvolvimento", promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) e pelo governo mineiro. Aécio citou as reformas estruturais, afirmando que Lula pode contar com a determinação do governo de Minas de que as reformas serão aprovadas. ?A partir da votação das reformas, da integração nacional dos programas sociais e da inserção da inicitativa privada, em pouco tempo será possível olhar no retrovisor da história e dizer que valeu a pena ter tido coragem?, disse.O primeiro-ministro da Noruega, Kjell Magne Bondevik, foi convidado para o evento porque a Noruega é o país com o maior índice de desenvolvimento humano do mundo. Em seu discurso, Bondevik lembrou o Fome Zero e disse que o programa de erradicação da pobreza no Brasil é um bom exemplo de como o governo pode incluir o setor privado, entre outros, nos esforços para atingir os mesmos objetivos. Ele afirmou que o setor privado tem que aproveitar essa oportunidade para contribuir e que outros governos deveriam seguir o exemplo brasileiro.

Agencia Estado,

03 de julho de 2003 | 15h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.