Aécio diz que declaração de Greenhalgh foi equivocada

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), reagiu à declaração do presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP). Aécio classificou de equivocada a análise de Greenhalgh e pediu serenidade e firmeza aos aliados do Planalto. Para Greenhalgh, o governo errou ao fazer um acordo com os governadores antes de enviar as reformas tributária e previdenciária ao Congresso, e disse que os governadores "deram uma banana para o governo" e não estariam se empenhando na aprovação das matérias. Aécio garantiu que os governadores, "do PSDB em especial", têm compromisso claro com as reformas. "No nosso caso, manifestado no posicionamento favorável à reforma previdenciária na votação na CCJ, posicionamento esse que se manterá ao longo da discussão das reformas". O tucano salientou disse ainda as reformas não são do governo Lula, mas do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.