Aécio diz estranhar Lula não ter dado explicação

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) tratou como "estranho" o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não ter dado explicações públicas sobre as novas acusações feitas pelo empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. Em depoimento ao Ministério Público Federal, revelado nesta terça-feira (11) pelo jornal O Estado de S. Paulo, Valério afirma que Lula deu "ok" para o mensalão e teve despesas pessoais pagas pelo esquema.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

11 de dezembro de 2012 | 18h56

"Não faço prejulgamento do presidente Lula. O que é estranho é que não tenha feito aquilo que qualquer cidadão faria, que é se explicar e vir a público", afirmou Aécio, apontado por lideranças tucanas como pré-candidato da oposição à Presidência da República em 2014.

Ele afirmou que a oposição confia na atuação da Procuradoria-Geral da República para investigar a denúncia. "A Procuradoria tem tido uma atitude independente, altiva e corajosa", disse. Aécio ressaltou que a denúncia é ainda mais grave por acontecer "depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) comprovou a existência do mensalão e do uso de recursos públicos para um projeto de eternizar um grupo político no poder".

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãodepoimentoValérioAécioLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.