Aécio defende prévias no PSDB para definir candidato em 2010

Para governador de Minas, 'prévias podem ser o instrumento de mobilização e de definição do novo PSDB'

Eugênia Lopes, da Agência Estado,

06 de fevereiro de 2009 | 13h33

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, defendeu nesta sexta-feira, 6, a realização de prévias no PSDB para que o partido defina quem será o candidato à Presidência da República, nas eleições de 2010. "Não podemos deitar em berço esplêndido e achar que porque os nossos candidatos aparecem na frente nas pesquisas eleitorais, que nós vencemos as eleições. Essa é uma preocupação que eu tenho. Acho que as prévias podem permitir ao PSDB se apresentar renovado, independente de qual seja o seu candidato", afirmou o governador.  Veja também:Quem são os membros das Mesas da Câmara e do Senado PSDB reconduz Aníbal à liderança e bancada tucana ganha ala dissidente Ele quer que as prévias sejam regulamentadas até o final de março. "As prévias podem ser o instrumento de mobilização do partido e de definição do novo PSDB, das novas bandeiras que o partido deve apresentar. Precisamos de alguma forma refundar o PSDB no Brasil", disse o governador mineiro. Aécio Neves minimizou ainda a existência de um racha na bancada do PSDB na Câmara. Um grupo de 19 deputados criou uma dissidência contra a reeleição de José Aníbal (SP) para a liderança do partido. "Não me parece algo grave porque são homens de bem de ambos os lados, que tiveram uma divergência pontual", afirmou o governador, que participou nesta sexta de solenidade na Embaixada Americana, em Brasília.  A Agência de Comércio e Desenvolvimento dos Estados Unidos doou US$ 573 mil para o governo mineiro fazer estudos para a expansão de seu setor de aviação.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010PSDBAécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.