Aécio comenta decisão do TSE de tirar tempo de campanhas

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, comentou nesta segunda-feira a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que suspendeu parte da propaganda eleitoral gratuita tanto da sua campanha quanto da adversária petista Dilma Rousseff. "O TSE tirou mais minutos de Dilma do que do PSDB", comentou o presidenciável, numa referência à decisão da justiça eleitoral de cassar quatro minutos de inserções da campanha da presidente Dilma Rousseff e de suspender dois minutos e meio da campanha de Aécio.

FÁBIO BRANDT, ENVIADO ESPECIAL, Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2014 | 20h29

O tucano está na capital do Pará ao lado do ex-jogador Ronaldo, o Fenômeno, da cantora Fafá de Belém, e líderes do PSDB, como os senadores Flexa Ribeiro e Mário Couto. O candidato do PSDB ao governo do Pará, Simão Jatene, também está presente.

Tudo o que sabemos sobre:
ELEIÇÕESPARÁAÉCIO NEVESPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.