Aécio cobra medidas contra empobrecimento dos Estados

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, aproveitou o discurso da abertura da Olimpíada do Conhecimento, para cobrar mais uma vez da União soluções para o crescente empobrecimento dos Estados e municípios, denunciado em reunião dos oito governadores tucanos em Palmas (TO), na última segunda-feira. Aécio reconheceu que a fragilização crescente da Federação não é um processo que começou no governo Lula, mas que tem sido crescente. "Temos observado o fortalecimento da União em detrimento dos Estados e municípios?, disse para uma platéia de ministros, empresários e o presidente da República. Ele citou como exemplo a arrecadação da União, de janeiro a junho deste ano, que aumentou 14,8%, em comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto as transferências aos estados e municípios cresceram apenas 2,4%Segundo Aécio, essa deverá ser a mais relevante questão no debate político nacional, depois das eleições municipais. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que falou em seguida, preferiu não responder ao governador. Ele falou apenas da Olimpíada do Conhecimento e de sua história pessoal, como ex-aluno do Senai, que pegou o diploma, conseguiu emprego em uma fábrica, foi para o sindicato, criou um partido, e se elegeu presidente da República.Logo depois, o presidente fez um passeio pela Cidade Olímpica, visitando alguns galpões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.