Aécio chama Dirceu de mal-educado, prepotente e arrogante

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), reagiu com dureza às declarações do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, que no domingo o havia criticado de forma bastante irônica. Aécio chamou o ministro de mal-educado, prepotente e arrogante. Disse também que as declarações "destemperadas e ofensivas" vêm se tornando uma marca de Dirceu e prejudicando o governo nas relações políticas.No domingo, ao chegar para votar em São Paulo, o ministro da casa Civil se irritou ao saber que Aécio havia dito que nestas eleições municipais o projeto do PT prevaleceu sobre o interesse do governo. Em tom de sarcasmo, o ministro chegou a afirmar que criaria um monumento à ingenuidade do governador mineiro. "A demonstração de pouca educação do ministro José Dirceu ao responder uma crítica política do governador de Minas mostra a pouca capacidade que o ministro tem de conviver com o contraditório", disparou Aécio, em entrevista coletiva no Palácio das Mangabeiras. "Aliás, as sucessivas declarações destemperadas e ofensivas, que já vêm se tornando uma marca do ministro José Dirceu, em nada ajudam o governo nas relações políticas que deve ter com outros segmentos que não se curvam à prepotência e arrogância", completou o governador tucano. As boas relações entre Aécio e o ministro da Casa Civil (o governador mineiro chegou a defendê-lo publicamente durante o escândalo Waldomiro Diniz) ficaram arranhadas quando o tucano se sentiu pessoalmente atingido por uma entrevista, na qual Dirceu criticou os Estados e a relação deles com o governo federal. Aécio acusou na época o ministro de "descortês" e inábil politicamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.