Aécio: 'bendita herança' de FHC ajuda aprovação a Lula

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), disse ontem que a alta aprovação do governo Luiz Inácio Lula da Silva deve ser atribuída, em boa parte, à ?bendita herança? que o presidente recebeu ao assumir o Palácio do Planalto, em 2002, após dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso. Pesquisa do instituto Datafolha mostrou um novo recorde de avaliação positiva da gestão - 70% dos brasileiros consideram o atual governo ótimo ou bom.?É a conseqüência do bom momento que o Brasil viveu, em decorrência, em boa parte, de uma certa bendita herança em relação à estabilidade econômica, aos marcos fundamentais da política macroeconômica. E também dos acertos do governo Lula, que reconheço?, comentou. Ao tomar posse, o presidente e petistas costumavam falar em ?herança maldita?.Para o governador, a avaliação decorre fundamentalmente ?da satisfação consigo mesmo, do sentimento que o cidadão tem de como ele está, de como está a sua família, de como está progredindo no trabalho, que perspectivas tem para o futuro?. E completou: ?Se vive momento de otimismo, isso se reflete na avaliação presidencial. A economia brasileira veio crescendo até aqui. Infelizmente, não avançamos em determinadas reformas antes desse período de crise, o que poderia ter acontecido.? As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.