Aécio ataca governo por recessão e diz que é preciso mudança consistente

O PIB caiu 0,6% no segundo trimestre sobre os primeiros três meses do ano, segundo dados divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira, 29

REUTERS

29 de agosto de 2014 | 13h29

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, criticou duramente nesta sexta-feira o governo da presidente Dilma Rousseff, que busca a releição pelo PT, ao comentar a contração do PIB no segundo trimestre deste ano, levando o país a uma recessão técnica.

"Hoje é um dia tristre para o Brasil, que acaba de entrar em recessão técnica", disse Aécio a jornalistas em São Paulo, acrescentando que é preciso mudar e que ele representa a mudança consistente, e não o improviso. "Mais do que nunca fica claro que este modelo que está aí fracassou."

O Produto Interno Bruto do Brasil caiu 0,6 por cento no segundo trimestre sobre os primeiros três meses do ano, segundo dados divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira.

Como o resultado do primeiro trimestre sobre os últimos meses de 2103 foi revisado para contração de 0,2 por cento, o país entrou no que os economistas chamam de recessão técnica, que é quando a atividade econômica cai por dois trimestres seguidos.

(Reportagem de Pedro Belo)

Mais conteúdo sobre:
ELEICOES2014AECIOPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.