Advogado vê ''ilações e acusações genéricas''

"São ilações e acusações vazias, absolutamente genéricas e que vêm demonstrar mais uma vez a grande injustiça contra o sr. Naji Nahas", reagiu o advogado criminal Sérgio Rosenthal. "Depois de mais de um ano de investigação, a Polícia Federal não tem prova de crime algum. Não se apurou nenhum fato criminoso envolvendo o sr. Nahas e Daniel Dantas. A defesa está absolutamente tranquila e à disposição das autoridades porque tem convicção de que não há qualquer fato ilícito a ser apurado em relação ao sr. Nahas."Para o advogado, os inquéritos são "mais uma tentativa de ligar Nahas a uma fantasia, só representa a prolongação dessa devassa que se faz na vida de um cidadão honesto". Rosenthal protestou. "No Estado Democrático de Direito são investigados fatos criminosos, não os cidadãos. Não é por se chamar Naji Nahas que o cidadão deve ser considerado culpado."A Vale não comentou o relatório. A Petrobrás informou que o gabinete da presidência possui sistema de protocolo centralizado. "No sistema não existe nenhuma carta da empresa Sunray Energy LLP endereçada ao presidente José Sergio Gabrielli de Azevedo. A companhia não possui contratos com essa empresa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.