Advogado pede absolvição de Marcos Valério

O advogado Marcelo Leonardo pediu nesta segunda-feira, 6, a absolvição do publicitário Marcos Valério por todas as acusações de desvio de recursos públicos atribuídas a ele. Na sustentação que faz no Supremo Tribunal Federal no processo do mensalão, Leonardo disse que provas documentais, testemunhais e periciais comprovam sua tese de que Valério não desviou dinheiro público. O defensor do publicitário rebateu as acusações de crimes cometidos por Valério em relação ao fundo Visanet. O Ministério Público sustenta que os recursos desse fundo são públicos porque o Banco do Brasil (BB) é acionista da instituição. "O fundo Visanet é um fundo privado", afirmou Marcelo Leonardo. Segundo ele, o ex-diretor de Marketing do BB Henrique Pizzolato não tinha poderes para sozinho antecipar repasses para a agência de publicidade de Marcos Valério. Outro ponto polêmico foi a questão do bônus volume, comissão destinada às agências de publicidade por fazer pagamentos a órgãos de mídia na hora de anunciar. O Ministério Público afirmou que a apropriação de recursos pela agência de Valério era ilegal. Mas o defensor do publicitário disse que, pela regra, nenhuma das empresas de publicidade que prestavam serviços para o BB jamais repassavam os valores do bônus volume.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.