Advogado nega interrogatório de Beira-Mar

A Polícia Federal deverá decidir hoje a data da visita que os filhos do traficante Luís Fernando Costa, o Fernandinho Beira-Mar, farão ao pai, que está preso em Brasília. O advogado de Beira-Mar, Adalberto Lustosa de Matos, afirmou que tratará do assunto durante encontro com o corregedor-geral da Superintendência da Polícia Federal, delegado Rômulo Barreto. "Vamos decidir quando quatro dos onze filhos de Beira-Mar virão à Brasília", afirmou.O advogado negou que o traficante tenha sido submetido a qualquer interrogatório na Polícia Federal. "Eu nem estive lá e passei o dia com os meus filhos", disse Lustosa de Matos assegurando que "tudo que estão dizendo aí não passa de ilações". Numa referência aos boatos de que Beira-Mar havia sido interrogado, mas se recusado a responder todas as perguntas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.