Advogado-Geral nega ligação com Jader

O novo advogado-geral do Senado, Alberto Machado Cascais, negou que sua nomeação para o cargo tenha motivação política. Ele contou que foi filiado ao PMDB na década de 80, mas deixou a legenda em 1990 para prestar concurso público para a Justiça, porque um magistrado não pode ter atuação partidária. "Fui indicado pela própria Josefina", garantiu Cascais. Sua antecessora, Josefina Valle Pinha afirmou que pediu a Jader para ser exonerada por motivos pessoais. Ela admitiu que, em razão da importância do cargo que ocupava, sofria muita pressão. "Passei a ter problemas de saúde e, por isso, pedi para deixar o cargo", disse Josefina, que passará a assessorar o primeiro-secretário do Senado, Carlos Wilson (PTB-PE).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.