Advogado entra com ação para Estevão reassumir mandato

Um advogado de Planaltina, cidade-satélite do DistritoFederal, chamado Ricardo de Carvalho Guedes, entregou nesta quinta-feira no Supremo TribunalFederal (STF) uma ação popular, com pedido de liminar, para que o empresário LuizEstevão - preso sob acusação de envolvimento no desvio de verbas da construção doTRT-SP - seja reintegrado no exercício do mandato de senador.Estevão teve o mandatocassado pelo Senado por falta de decoro parlamentar, pois teria dito inverdades ao sedefender da acusação de envolvimento no caso do TRT. O advogado Ricardo Guedes nãoesclareceu qual é a relação que tem com Luiz Estevão, cujo nome grafou erradamente(escreveu "Luís" em vez de Luiz).Guedes pede também que o STF emita um alvará desoltura do empresário, recolhido em um prédio da Polícia Federal na capital paulista.Guedes alega, na ação popular, que Estevão deve reassumir o mandato, porque o entãopresidente do Senado, Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), teria violado o sigilo davotação em que foi aprovada a cassação.Essa violação de sigilo não está comprovada.É apenas uma suspeita, baseada na afirmação que o senador teria feito a procuradoresda República, segundo reportagem da revista IstoÉ, de que dispunha de uma lista querevelaria os votos de cada um dos senadores na sessão de cassação de Estevão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.