Advogado diz que vai recorrer contra demissão de Zoghbi

Demissão do ex-diretor do Senado foi recomendada por comissão que investigou denúncia de favorecimento

Carol Pires, da Agência Estado,

29 Outubro 2009 | 14h27

O advogado de defesa do ex-diretor do Senado João Carlos Zoghbi, Getúlio Humberto Barbosa de Sá, disse hoje em entrevista à Agência Estado que recorrerá contra a demissão do servidor na Justiça Federal. Barbosa de Sá disse, no entanto, que ele e Zoghbi ainda não foram informados oficialmente sobre a decisão tomada pela Mesa Diretora da Casa esta manhã. "Temos como recorrer internamente, no Senado, mas consideramos isto, a princípio, uma medida inócua, uma vez que o presidente José Sarney já se manifestou sobre a decisão, que seria sumária. Então, como Zoghbi é um servidor público, vamos levar o caso à Justiça Federal", disse o advogado.

O pedido de demissão foi recomendado por uma comissão de servidores que investigou denúncia de que o ex-diretor agiu para favorecer a Contact Assessoria de Crédito dentro do Senado. A empresa tem uma ex-babá de Zoghbi como sócia e intermediou a concessão de empréstimos consignados a servidores do Senado. Sindicância interna da Casa apurou que Zoghbi alterava a margem consignável dos funcionários para que eles pudessem contrair empréstimos acima do limite determinado, de 30% do salário.

Barbosa de Sá disse ainda que pedirá a nulidade do processo, pois considera questionáveis vários pontos da investigação. Ele não quis informar, no entanto, quais pontos seriam esses. "Estes pontos são vários. Não gostaria de falar, tendo em vista que não tivemos conhecimento oficial da decisão. Além disso, este é um procedimento sigiloso."

Mais conteúdo sobre:
Senado João Carlos Zoghbi demissão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.