Advogado de Genoino critica procurador em defesa no STF

Luiz Fernando Pacheco diz que denúncia contra deputado petista. 'cidadão de bem', é fato grave

22 de agosto de 2007 | 15h02

Luiz Fernando Pacheco, advogado do deputado petista José Genoino, usou parte dos 15 minutos da defesa para criticar o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Para ele, a denúncia por si só "já é um fato muito grave" porque é um castigo imposto a um "cidadão de bem que está na vida pública muitos anos, que sempre se pautou pela ética e que foi envolvido nesta coisa por simples capricho da Procuradoria-geral da República".   Seguindo a linha do advogado de Dirceu, que falou um pouco antes, afirmou que não há nada que ofereça denúncia contra Genoino. "Não se sustenta", afirmou. "Se não fossem minhas mãos tremulas eu estaria calmo para defender o Genoino", iniciou seu discurso. Segundo o advogado, Genoino não está sendo acusado "pelo que fez ou deixou de fazer, mas sim pelo que ele era na época da denúncia (presidente do PT)".   "Talvez por Genoino ser articulador político do governo, talvez o procurador tenha se permitido fazer esta ilação que ele estava ali a praticar a corrupção, peculato", disse o advogado de Genoino. leiamais="";if(leiamais!="")document.write("Leia mais"); assista="";if(assista!="")document.write("Assista");

Tudo o que sabemos sobre:
mensalão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.