Advogado de Francenildo vai pedir indenização de R$ 17 milhões

O advogado Wlício Chaveiro do Nascimento entrará logo mais na Justiça Federal com um pedido para que a Caixa Econômica Federal indenize o caseiro Francenildo dos Santos Costa, pela violação da sua conta poupança. O valor da indenização será o equivalente a 50 mil salários mínimos, que correspondem a R$ 17 milhões. Para o advogado, o valor é ínfimo, se comparado aos R$ 2 bilhões de lucro da Caixa, obtido no ano passado. " É o preço que qualquer instituição deve pagar por violar um direito constitucional em um estado democrático", disse. Na ação, Wlício do Nascimento vai ressaltar o dano causado a seu cliente e familiares pela iniciativa da Caixa, motivada pela suspeita de que ele teria agido incorretamente com relação aos recursos movimentados em sua conta poupança. A violação da conta do caseiro foi provocada pela suspeita de que Francenildo teria recebido dinheiro de partidos da oposição para afirmar que o então ministro da Fazenda, Antonio Palocci, teria participado de reuniões em uma mansão alugada por ex-assessores da Prefeitura de Ribeirão Preto, onde eram realizadas festas e distribuição de dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.