Adversário de Lobão Filho critica PMDB por 'intimidar' a PF

Adversário de Lobão Filho critica PMDB por 'intimidar' a PF

Flávio Dino, que disputa o governo do Maranhão contra o peemedebista, questionou em seu Twitter que caso poderia ter relação com delações premiadas da Lava Jato

RICARDO BRITO, Estadão Conteúdo

26 de setembro de 2014 | 15h45

Brasília - O candidato do PCdoB ao governo do Maranhão, Flávio Dino, classificou como "absurda", em postagem publicada no Twitter, a intimidação do PMDB sobre a Polícia Federal (PF). A manifestação refere-se ao fato de que na quinta-feira, 25, a cúpula do PMDB revoltou-se depois que a comitiva do candidato do PMDB ao governo maranhense, Lobão Filho, foi revistada numa operação da PF no aeroporto de Imperatriz, no interior do Estado.

A ação ocorreu a partir de uma denúncia anônima que visava a apurar uma suspeita de que havia dinheiro de caixa dois com a comitiva. O vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgaram notas repudiando a operação, chamando-a de intimidatória.

"Absurda essa intimidação do PMDB sobre a Polícia Federal. Será que tem algo a ver com delações de Paulo Roberto Costa e do doleiro Youssef?", questionou Flávio Dino, na postagem publicada na rede social. É uma referência ao ex-diretor da Petrobras que citou políticos do PMDB nos depoimentos prestados e ao doleiro Alberto Youssef, que decidiu nesta semana fazer uma delação premiada. Os dois estão presos por envolvimento na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.