Adiado reinício da greve dos fiscais agropecuários

A greve dos fiscais federais agropecuários não vai recomeçar amanhã pois três importantes Estados só farão assembléias nesta terça-feira para avaliar proposta apresentada na sexta-feira pelo Ministério do Planejamento para reajuste salarial da categoria. A informação é do presidente da Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa) no Distrito Federal, José Silverio. "Até que os Estados se posicionem, a greve não recomeçará", disse. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul têm assembléias amanhã para avaliar a proposta do governo. Comenta-se que o Planejamento ofereceu R$ 100 milhões para reajuste da categoria, valor que será dividido em duas parcelas iguais. A primeira será paga a partir de junho e a segunda em janeiro de 2005. São 26 escritórios estaduais no País. Acre e Rondônia têm apenas uma associação. Os demais escritórios regionais estão remetendo à Anffa o resultado das assembléias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.