Adiada votação do parecer da PEC da Previdência

A comissão especial da Câmara que trata da PEC paralela à reforma da Previdência adiou para o dia 13 a votação do parecer do relator, deputado José Pimentel (PT-CE). Alguns parlamentares discordam das mudanças que Pimentel fez no texto, an tes aprovado pelo Senado e acusam o governo de não cumprir um acordo que permitiu a promulgação das emendas da reforma da Previdência, em dezembro do ano passado. O presidente do PT, José Genoino, afirmou que será necessário buscar um meio termo entre o texto do Senado e o da Câmara. O presidente da Câmara, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), disse que é necessário discutir o conteúdo das mudanças feitas pelo relator. Segundo Cunha, a Câmara está analisando a proposta "em tempo recorde" como desejavam os senadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.