Adiada votação da reforma da Previdência

A votação da reforma da Previdência, em primeiro turno, não deverá ocorrer no próximo dia 6 de agosto, como o previsto, disse o líder do governo na Câmara, Aldo Rebelo. Segundo ele, na próxima semana a Câmara estará votando a Lei de Falências. O vice líder do governo, deputado Vicente Cacione (PTB-SP), disse que o adiamento na votação da proposta permitirá uma discussão mais detalhada dos pontos ainda polêmicos da reforma da Previdência. Os líderes da base governista, que almoçaram hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, confirmaram o adiamento na votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.