Adiada discussão de projeto do FGTS

O presidente em exercício da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, Jorge Tadeu Mudalen (PMDB-SP), adiou para amanhã a reunião para discutir o relatório do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) sobre o projeto de lei de governo que estabelece as regras para a reposição das perdas nas contas do FGTS com os planos Verão e Collor I. A sessão foi adiada porque houve divisão na base governista.A divisão dos governistas poderia resultar na rejeição do substitutivo de Hauly, que acolhe o relatório aprovado na Comissão de Trabalho, na semana passada. O substitutivo acrescenta uma emenda que autoriza a emissão de títulos negociáveis no mercado secundário para o pagamento dos valores acima de R$ 2 mil. Haulyu disse que recebeu o sinal verde do governo para incluir esta emenda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.