Acusados de fraudes ganham liberdade

O Tribunal Regional Federal (TRF) em Brasília mandou soltar ontem quatro acusados da Operação Pacenas - investigação sobre suposta fraude em obras do PAC em Cuiabá, que estavam presos há uma semana. O desembargador Cândido Ribeiro concedeu habeas corpus para José Antônio Rosa (procurador geral do município, acusado de direcionar a concorrência), Anildo Lima Barros (ex-prefeito da capital) e os empreiteiros Jorge Miranda e Alexandre Schuttz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.