Acusados de desviar recursos do fórum terão de devolver o dinheiro

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) confirmaram que os responsáveis pelos desvios de recursos da obra do Fórum Trabalhista de São Paulo terão de devolver R$ 169,4 milhões aos cofres públicos. É a resposta para mais um recurso apresentado pelos acusados.O TCU já havia condenado como responsáveis pelo desvio de recursos públicos o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, a Incal Incorporações e o Grupo OK, de propriedade do ex-senador Luiz Estevão.Os condenados já entraram com vários recursos tentando reverter a situação. A partir da decisão definitiva do TCU - quando não houver mais possibilidade de recurso -, o governo poderá exigir a devolução na Justiça processando os culpados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.