Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Acusado, diretor de Recursos Humanos do Senado deixa cargo

Zoghbi renunciou após informação de que apartamento funcional requisitado por ele era utilizado por seu filho

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo

13 de março de 2009 | 17h55

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), aceitou nesta sexta-feira, 13, o pedido de exoneração do cargo do diretor de Recursos Humanos da Casa, João Carlos Zoghbi. Do grupo do ex-diretor geral do Senado Agaciel Maia e, até há pouco, homem de confiança de Sarney, Zoghbi foi obrigado a renunciar à diretoria depois de divulgada a informação de que o apartamento funcional requisitado por ele, que tem casa própria, era utilizado por seu filho.

 

O ex-diretor ficou conhecido, no ano passado, como o campeão do nepotismo por empregar sete parentes na Casa, todos eles exonerados para atender a súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) de agosto do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Agaciel MaiaSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.