Acusado de matar sem-terra será julgado no PR

Acusado de matar o líder sem-terra do noroeste do Paraná Sebastião da Maia, em 21 de novembro de 2000, José Luís Carneiro será julgado na próxima quinta-feira no Tribunal do Júri de Loanda, a 555 quilômetros de Curitiba. Este é o primeiro julgamento envolvendo morte de sem-terra no Estado, por isso, algumas entidades, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem-terra (MST), Terra de Direitos e Comissão Pastoral da Terra estão se mobilizando para acompanhar o júri, previsto para começar às 13 horas.Esta é a terceira tentativa de se promover o julgamento. Na primeira, em 27 de outubro de 2005, o advogado do réu renunciou 15 dias antes. No segundo, em 10 de agosto, o defensor dativo renunciou na véspera do julgamento. O fórum de Loanda informou nesta quarta que, até hoje, estava confirmada a sessão. As entidades ligadas à luta da terra pediram que a Ouvidoria Agrária Nacional interceda para que o júri não seja novamente adiado. A Polícia Militar foi orientada para uma "observação mais atenta", a fim de evitar excessos durante o julgamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.