Acusado da morte de Celso Daniel foge da prisão em SP

Elcyd Oliveira Brito, um dos acusados de envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Santo André, no Grande ABC paulista, Celso Daniel (PT), em 2002, fugiu da prisão no mês passado, segundo confirmação da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). De acordo com nota da pasta, "no dia 04 de agosto de 2010, por volta das 19h15, três reeducandos do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu - entre eles Elcyd Oliveira Brito - evadiram-se da unidade escalando e pulando os dois alambrados que a circundam".

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 15h08

Durante buscas nas imediações, um dos fugitivos foi recapturado pela Polícia Militar (PM) na região da cidade de Flórida Paulista, informou o comunicado. A direção da unidade determinou na ocasião a instauração de sindicância para apurar eventuais responsabilidades, além de informar a Polícia Civil e a Vara de Execução Criminal de Tupã.

O assassinato do prefeito ocorreu em 2002, quando a vítima foi sequestrada na noite de 18 de janeiro por um grupo armado. O corpo foi encontrado dois dias depois em uma estrada de terra batida em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Para a promotoria, o ex-prefeito foi morto porque teria tentado dar fim a um suposto esquema de corrupção na prefeitura. A polícia, no entanto, concluiu que ele foi vítima de sequestradores comuns.

Tudo o que sabemos sobre:
fugaprisãoCelso DanielSanto AndréSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.